sexta-feira, 13 de julho de 2018

Curso de Medicina da FTC terá 1º modelo cadavérico sintético do Norte-Nordeste

Curso de Medicina da FTC terá 1º modelo cadavérico sintético do Norte-Nordeste
O curso de Medicina da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) passará por um processo de modernização, após recentes investimentos feitos pela instituição. Os alunos poderão, por exemplo, realizar atividades de laboratório com o auxílio do Syndaver, um boneco feito de um polímero à base de sódio e água, que possui todos os sistemas do corpo humano e pode ser programado para ter reações como respirar, mover os membros e até gritar durante a simulação de um procedimento médico. "Nós compramos dois desse modelo, eles devem chegar no final de julho. Só tem uma universidade, em São Paulo, que tem esse modelo cadavérico sintético. Nós vamos ser a primeira do eixo Norte-Nordeste e a segunda do Brasil", afirmou o coordenador do curso, André Nazar.

 

De acordo com o gestor, na virada deste último semestre, foi feito um dos maiores investimentos desde a criação do curso de Medicina, há 14 anos. Foram montados laboratórios multifuncionais com estrutura totalmente moderna, acrescentando 1,5 mil metros quadrados de espaço físico, equipados com modelos anatômicos e peças cadavéricas sintéticas. "A gente também está equipando os laboratórios de simulação realística, vai ter uma UTI com um robô que simula diversas situações do dia-a-dia", completou Nazar. Os professores serão capacitados para uso dos novos equipamentos a partir de uma parceria com o Instituto Berkeley.
 

Outra novidade é o projeto de internacionalização do curso, em parceria com universidades dos Estados Unidos e Europa. "O aluno poderá fazer parte do estágio obrigatório de internato. Ele terá a oportunidade de conhecer a Medicina de ponta e até mesmo continuar os estudos dele fora do país", avaliou. Para o coordenador, "o curso está em uma ótica completamente inovadora, inclusive a nível de gestão", com a presença de quatro médicos renomados no corpo gestor. "Tudo isso está sendo feito para inovar o curso e as tecnologias de aprendizado dos alunos", celebrou.
bn

Nenhum comentário:

Postar um comentário