segunda-feira, 30 de julho de 2018

Vice assume Câmara de Vereadores de Itapé, na Bahia, após presidente ser afastado por falsificação de assinatura em cheques

O vereador Nilton Rosa (PP) foi afastado da presidência da Câmara de Vereadores de Itapé (Foto: Divulgação)
 vereador Nilton Rosa (PP) foi afastado da presidência da Câmara de Vereadores de Itapé (Foto: Divulgação)



O vereador Daniel Edson Santana (PSB) assumiu a presidência da Casa no sábado (28). Ele substitui o ex-presidente, o vereador Nilton Rosa, que foi afastado do cargo pela Justiça na última quarta-feira (25) após ser acusado por falsificar assinatura em cheques do órgão.
Nilton ficará longe das funções por 120 dias, conforme determinação da Justiça. Ainda não foi definido suplente para a vaga deixada por Daniel Edson ao assumir a presidência.
A decisão da Justiça que afastou Nilton do cargo foi assinada pelo juiz Luiz Staut Barreto, da 1ª Vara Criminal de Itabuna, após pedido do Ministério Público da Bahia (MP-BA).
De acordo com as denúncias do MP, o vereador Nilton Rosa teria assinado dois cheques em nome do 2º secretário da Câmara, Cledson Gomes (PP), em junho deste ano.
Os dois documentos equivalem ao valor de R$ 4,8 mil e foram utilizados em pagamentos feitos a dois comerciantes da cidade, em nome da Câmara.
No entanto, de acordo com a determinação, os cheques do órgão só poderiam ser liberados mediante a assinatura do presidente e do 1º ou 2º secretário, mas nenhum dos dois representantes foi acionado pelo presidente da Câmara para autorizar a liberação dos documentos.
De acordo com as denúncias, o vereador Cledson Gomes só ficou sabendo dos cheques com a assinatura dele após ser avisado por um dos comerciantes que recebeu um pagamento. Em seguida, ele procurou o MP e relatou o caso.











G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário