terça-feira, 31 de julho de 2018

Buritirama: Gastos da Câmara com carros inutilizados entram na mira do MP-BA

[Buritirama: gastos da Câmara com carros inutilizados entram na mira do MP-BA]
O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Barra, no oeste baiano, instaurou um inquérito civil para investigar a denúncia de prática improbidade administrativa por parte do presidente da Câmara de Vereadores de Buritirama.
De acordo com a denúncia, o presidente do Legislativo, João Luiz Ramos, conhecido como Jota de Temírcio, comprou peças e combustível para carros que estão inutilizados.
Segundo o inquérito instaurado no último dia 25 pela promotora de Justiça Mariana Araújo Libório, a prática ocorreu ao longo de 2017. 
O caso foi anteriormente denuciado ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) pelo vereador Josenias Camargo de Barros. Segundo o legislador, foram gastos cerca de R$ 12 mil em peças para os carros que estão parados.
Em conversa com o BNews, João Luiz explicou o ocorrido. "Aqui são quatro vereadores de oposição. Eles denunciaram o caso no TCM. Eu encontrei os carros realmente numa situação que não dava para rodar. Mas no início de 2017, quando assumi a Presidência, me reuni com todos os vereadores e discutimos a possibilidade de arrumar os carros para ajudar nos trabalhos da Câmara. Foram adquiridas algumas peças, mas no final do ano, a oficina sinalizou que não seria possível recuperar, seria melhor passar os carros para o município", relatou Ramos.
Segundo o presidente do Legislativo, a doação dos bens ao município foi aprovada por unanimidade na Casa. Ramos suspeita que haja motivação política na denúncia, pois argumenta que todo o processo ocorreu de forma legal.
Após prestar esclarecimentos no TCM, o chefe do Legislativo afirma que está se organizando para apresentar sua defesa também na Promotoria de Justiça de Barra, onde houve a oficialização da denúncia. "Tenho a consciência tranquila de que não houve nenhuma irregularidade", assegura.

fonte: bnews

Nenhum comentário:

Postar um comentário