quinta-feira, 28 de junho de 2018

Pesquisa encontra contaminação em 90% de saladas prontas para consumo em delivery e fast food

Bactérias encontradas em saladas prontas para o consumo durante estudo em universidade de Campinas (Foto: Patrícia Teixeira/G1)

Pedir salada delivery ou optar pelas verduras embaladas em refeições tipo fast food exige cuidado na hora de consumí-las, em busca de uma alimentação saudável. A ideia do "pronta para cosumo" esbarra no alto risco de contaminação. Uma pesquisa feita em Campinas (SP) encontrou bactérias em 90% das amostras de saladas analisadas. São micro-organismos causadores de infecções intestinais, pulmonares e até faringite.
Os testes microbiológicos foram feitos pelo Centro Universitário UniMetrocamp Wyden em saladas in natura, sendo 12 provenientes de entregas delivery e as outras oito de fast foods.
Dezoito delas continham coliformes fecais em quantidade dez vezes maior do que o tolerável pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
"Saladas à base de verduras e legumes crus, temperados ou não, em molho ou não, o limite é de 100 Unidades Formadoras de Colônia (UFC) por grama ou mililitro. Deve ter total ausência de salmonella", informou o órgão federal, por nota.
Apenas duas das saladas analisadas estavam próprias para o consumo humano.
"O que surpreendeu foi a quantidade de coliformes que estavam presentes nas amostras. A Anvisa preconiza em torno de 10², ou seja, 100 [coliformes por grama]. Nós encontramos dez vezes mais. A gente quer chamar a atenção dessas pessoas que comercializam esses produtos", afirma a doutora em ciências de alimentos, bióloga, professora e coordenadora do estudo, Rosana Siqueira.
Saladas de delivery e fast foods foram analisadas em pesquisa de biomedicina em Campinas (Foto: Patrícia Teixeira/G1)Esses alimentos já ficam submetidos ao plantio com adubos, fertilizantes e irrigação, às vezes inadequada. Por isso o cuidado em lavá-los é fundamental.
"Esse produto já chega pro comerciante numa quantidade elevada de micro-organismos. [...] Tomates, pepinos, rabanetes, que muitas vezes são consumidos com a casca, nós temos que dar maior atenção. E principalmente também as verduras, o talo, que fica muito em contato com o solo", explica.
G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário